INÍCIO>Informação>Notícias>Médicos com reforma antecipada dizem que não compensa o regresso...
 
               
            IN    
Destaque

C.O.M. SuperFood...
16,01 €
13,61 €
 
 
Verão
Set'2017
20
quarta-feira
   
 
Informação
 
 
Médicos com reforma antecipada dizem que não compensa o regresso
 
Tédio e vontade de sentir a adrenalina foram motivos que levaram médicos com reforma antecipada a regressarem ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), mas feitas as contas os especialistas dizem que não compensa o regresso.
 
Médicos com reforma antecipada dizem que não compensa o regresso
 

Em entrevista à agência Lusa, o clínico geral e de medicina familiar Manuel Godinho, reformado há pouco mais de um ano e a trabalhar no Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) em Faro, conta que regressou à medicina “essencialmente por tédio” e para aproveitar o incentivo por parte do Estado.

“Soube que o INEM tinha falta de médicos e já estava a precisar desta adrenalina”, confessa o clínico Manuel Godinho, que sempre gostou da área da Saúde Pública.

Manuel Godinho é um dos mais de 250 médicos reformados que regressaram ao trabalho no SNS, ao abrigo de um diploma que permite aos clínicos aposentados continuarem a exercer funções, em vigor há um ano, que se assinala esta sexta-feira. Em 2009 e 2010 aposentaram-se mais de mil médicos.

Os médicos que se aposentaram recentemente e que pediram reingresso na carreira, já começam, todavia, a fazer contas, verificando que não compensa.

“Quiseram cortar nas despesas do Estado e começaram com a história do 'numerus clausus', depois foi o convite para a pré-reforma e agora faltam médicos nos serviços”, contou à Lusa Joaquim Cravo, especialista em ginecologia e obstetrícia e ex-chefe de Serviço no Hospital Central de Faro.

Joaquim Cravo, que cumpriu 30 anos no SNS e se reformou aos 55 anos, decidiu pedir antecipação na reforma, porque estava “saturado com alguma falta de reconhecimento”.

“Como a idade actual da reforma vai passar para os 67 anos, se eu me reformasse aos 60 ficaria com sete anos de antecipação na mesma e mais seis por cento de penalização ao ano, o que perfazia 42 por cento de penalização. Não me compensava”, explicou Joaquim Cravo, 57 anos, que teve 31,5 por cento de penalização na reforma.

A reforma de um médico, por antecipação, ronda os 1.300 euros. Se voltasse ao SNS passaria a ter um contrato de 35 horas semanais e a receber mais 600 euros líquidos.

Para aquele especialista, regressar “nestas condições, só se justificava se recebesse a reforma na totalidade e celebrasse um contrato com condições a combinar. “É que ainda tenho 57 anos, fui chefe de serviço e gosto muito da minha profissão”, argumenta.

Em relação aos números que têm sido apresentados pelo Ministério da Saúde, o especialista alerta para a existência de alguma “trapalhada”.

“Uma coisa são os despachos favoráveis do Ministério da Saúde e outra é o número de médicos que efectivamente voltaram ao SNS”, defende, alertando que “na hora de pesar os prós e os contras, são muitos os médicos que arrepiam caminho e voltam atrás”.

O médico sublinha que ninguém se vai sujeitar nem por uns “lindos olhos do serviço público”, nem para sair da “boa vida da reforma” para o sacrifício das 35 horas semanais, com fins-de-semana à mistura e responsabilidade.

“Só valeria a pena com uma boa contrapartida, e não é o caso”, insistiu Joaquim Cravo, sublinhando a má opção por parte do Estado em contratar empresas privadas de prestação de serviços.

“Ficava mais barato à administração fazer contratos directamente com os médicos reformados, do que com certas empresas particulares que cobram 80 euros à hora (50 ficam para o médico e 30 para a empresa). Agora imagine em quanto não fica uma urgência. É multiplicar esse valor por 24 horas”, acrescentou o médico.

Notícia RCMPharma.
Veja notícia aqui.

 
Admin | 2011-07-21 14:58:45
 
 
1
 
 
Publicidade Google
 
 
 
Promoções


B-Lift Envolvimento Térmico Celulite
29,07 €
21,80 €
 
HORÁRIO de FUNCIONAMENTO
   
2ª a sexta:
8h às 24h
sábado:
9h às 24h
Horário actual
Neste momento:
Estamos abertos
[Horário normal]
   
 
A DECORRER HOJE
   
Enfermagem |9h>13h
Nutrição |9h>13h
   
 
AGENDA
 
S T Q Q S S D
F234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930311
 
- Actividade
 
- Mês actual
 
     
MARCAS + PROCURADAS
 
XLS | Emagrecimento Bioderma | Dermocosmética Drenafast | Emagrecimento
Saro | Puericultura Pure Altitude | Dermocosmética PiC | Tensiómetros
Cellulase Gold | Emagrecimento Medela | Mamã BioActivo | Suplementos
 
       
PARCERIAS
 
Wellfit Fitness & Spa Associação de Solidariedade Social dos Idosos de Canidelo Grupo Desportivo Bolacesto Ocean Day Spa
Fisiodomus Marta de Sousa Lopes Psicologia Global Sénior Rios e Trilhos
Laços com Futuro, Apoio Domiciliário      
       
 
Newsletters
 
Cartão Cliente
 
Fale connosco
 
Adicionar aos Favoritos
 
 
Social
 
  Siga-nos no Twitter! Siga-nos no Facebook
 
 
Publicidade
 
BioActivo LipoExit | Um novo conceito de emagrecimento!
 
 
  TOPO  
  INÍCIO | OnLine | Quem somos | Serviços | Farmácias de Serviço | Informações | Contactos | Links  
     
  Direcção Técnica: Drª Maria Manuela S. Rodrigues M. Rocha
2017 © Farmácia Rodrigues Rocha, Soc. Unipessoal | Todos os direitos reservados