INÍCIO>Informação>Notícias>Medicamento para evitar parto precoce tem preço proibitivo...
 
               
            IN    
Destaque

Iralfaris Champô...
16,42 €
 
 
Outono
Nov'2017
20
segunda-feira
   
 
Informação
 
 
Medicamento para evitar parto precoce tem preço proibitivo
 
Quando recentemente os EUA aprovaram o primeiro medicamento para reduzir o risco de parto prematuro, acendeu-se a esperança de poder minimizar a primeira causa de mortalidade infantil no mundo desenvolvido. (Notícia RCMPharma)
 
Medicamento para evitar parto precoce tem preço proibitivo
 

No entanto, agora que veio a público, o preço que a farmacêutica decidiu cobrar (quase dez mil euros por tratamento, depois de inicialmente ter proposto valores de quase 21 mil euros) as esperanças caíram por terra, conta o jornal Público.

A FDA (Food and Drug Administration), entidade que regula os medicamentos nos EUA, aprovou em Fevereiro o uso de um medicamento para prevenir o parto prematuro que contém uma substância chamada caproato de hidroxiprogesterona (também conhecida como 17P) e que se destina, numa fase inicial, a todas as mulheres grávidas que já entraram em trabalho de parto antes das 37 semanas de gestação em gravidezes anteriores, pois é esse é o maior factor de risco associado ao parto pré-termo.

A substância não é nova e já tinha sido utilizada, por exemplo, no tratamento de distúrbios hormonais e do cancro do colo do útero. Foi aprovada pela primeira vez em 1956 e retirada do mercado em 2000, por razões não relacionadas com a sua segurança, garante a FDA, no seu site. Entretanto perante alguma evidência científica dos seus benefícios durante a gravidez, muitas farmácias começaram a sintetizá-la, mesmo sem controlo das autoridades de saúde. O medicamento não deve, contudo, ser usado por grávidas de gémeos ou mulheres com outro tipo de risco.

Agora surgiu numa nova pelas mãos de um laboratório uma nova apresentação oficial, de administração semanal, através de uma injecção, a partir das 16 semanas de gestação (o início pode fazer-se até às 21) e até às 37 semanas. O problema é que a farmacêutica KV, que conseguiu o monopólio na sua comercialização, propôs um preço inicial de 30 mil dólares (20.800 euros), que o Governo conseguiu reduzir para os 9700 euros – um valor considerado, ainda assim, demasiado elevado para uma esmagadora maioria da população, escreve o jornal espanhol El País.

Substância vendida na farmácia a 15 euros

A 17P é uma hormona produzida durante a gravidez que ajuda a evitar partos prematuros. Até agora cada injecção comprada na farmácia custava menos de 15 euros. A KV decidiu, em Fevereiro, começar a fabricar um medicamento com esta hormona, tendo comprado a licença à farmacêutica Hogologic por quase 140 milhões de euros. O medicamento foi submetido a diversos ensaios e testes que custaram 35 milhões de euros e chegou ao mercado com o nome Makena e com a categoria de medicamento órfão.

Esta designação permitiu que a farmacêutica tenha recebido incentivos financeiros. O objectivo é que os laboratórios fabriquem medicamentos que não tenham grande expressão comercial e que, à partida, não seriam considerados interessantes em termos de investimento. A licença dada a estes medicamentos nos EUA dura sete anos, durante os quais a empresa pode deter o monopólio do medicamento.

O problema é que o Governo pressupôs que o medicamento entraria no mercado com um preço mais acessível e não a mais de 1000 euros por cada dose, quando antes já se fabricava de forma paralela. A farmacêutica contactou mesmo as farmácias proibindo-as de continuar a comercializar a substância e a FDA já emitiu um comunicado, disponível no seu site, onde admite a exclusividade da comercialização, mas onde explica que nenhuma farmácia será multada se sintetizar um medicamento com substâncias de outros medicamentos existentes no mercado e aprovados pelo regulador. Entretanto o próprio Governo retirou a exclusividade à farmacêutica, que acabou a reduzir o preço mas para valores, ainda assim, incomportáveis.

Notícia RCMPharma/Público.
Veja notícia aqui.

 
Admin | 2011-04-14 17:18:33
 
 
1
 
 
Publicidade Google
 
 
 
 
HORÁRIO de FUNCIONAMENTO
   
2ª a sexta:
8h às 24h
sábado:
9h às 24h
Horário actual
Neste momento:
Estamos encerrados
[Fora de Período de Abertura]
   
 
A DECORRER HOJE
   
Enfermagem |9h>13h
Podologia |9h>18h
   
 
AGENDA
 
S T Q Q S S D
F234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031123
 
- Actividade
 
- Mês actual
 
     
MARCAS + PROCURADAS
 
XLS | Emagrecimento Bioderma | Dermocosmética Drenafast | Emagrecimento
Saro | Puericultura Pure Altitude | Dermocosmética PiC | Tensiómetros
Cellulase Gold | Emagrecimento Medela | Mamã BioActivo | Suplementos
 
       
PARCERIAS
 
Wellfit Fitness & Spa Associação de Solidariedade Social dos Idosos de Canidelo Grupo Desportivo Bolacesto Ocean Day Spa
Fisiodomus Marta de Sousa Lopes Psicologia Global Sénior Rios e Trilhos
Laços com Futuro, Apoio Domiciliário      
       
 
Newsletters
 
Cartão Cliente
 
Fale connosco
 
Adicionar aos Favoritos
 
 
Social
 
  Siga-nos no Twitter! Siga-nos no Facebook
 
 
Publicidade
 
BioActivo LipoExit | Um novo conceito de emagrecimento!
 
 
  TOPO  
  INÍCIO | OnLine | Quem somos | Serviços | Farmácias de Serviço | Informações | Contactos | Links  
     
  Direcção Técnica: Drª Maria Manuela S. Rodrigues M. Rocha
2017 © Farmácia Rodrigues Rocha, Soc. Unipessoal | Todos os direitos reservados