INÍCIO>Informação>Notícias>Cientistas alertam para riscos de próteses da anca de metal-metal...
 
               
            IN    
Destaque

Depuralina Tira ...
31,60 €
28,44 €
 
 
Outono
Nov'2017
23
quinta-feira
   
 
Informação
 
 
Cientistas alertam para riscos de próteses da anca de metal-metal
 
Existem as próteses da anca que são fabricadas com todos os componentes de metal (com uma haste metálica inserida no fémur que termina numa esfera também metálica e que, por sua vez, se move num acetábulo de metal) e as que usam outros materiais, optando por exemplo pela combinação metal-plástico ou cerâmica.
 
Cientistas alertam para riscos de próteses da anca de metal-metal
 

Os alertas que agora se fazem ouvir mais alto na comunidade científica dizem respeito apenas às próteses de metal-metal. De acordo com dois artigos publicados este mês - no British Medical Journal (BMJ) e no The Lancet -, estes dispositivos devem estar sob apertada vigilância. São próteses que precisam de mais revisões e têm uma maior taxa de substituições, avança o jornal Público.

É mais uma polémica no mundo dos dispositivos médicos que levanta dúvidas sobre a actual regulação deste mercado na Europa e que, em número de pessoas potencialmente afectadas, ultrapassa em muito o recente e mediático caso dos implantes mamários. O problema das próteses da anca de metal-metal não é novo - em Agosto de 2010 anunciava-se a retirada do mercado de uma marca específica de próteses da anca feitas de metal por apresentarem "uma necessidade de revisão superior à esperada".

Mas a discussão ganhou outro fôlego com a divulgação de novos estudos que se debruçam sobre os efeitos destes dispositivos no nosso organismo. Ainda que os especialistas avisem que "não há razão para alarme", parece haver motivo para dedicar mais e melhor atenção aos portadores de próteses da anca de metal-metal. Em França e no Reino Unido, as autoridades de saúde recomendam que os portadores destas próteses (mesmo que assintomáticos) devem ser identificados e seguidos anualmente. Em Portugal, a estratégia a adoptar pela Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) está a ser discutida neste momento.

Entretanto, os estudos publicados parecem apontar para evidentes problemas nestes dispositivos. De acordo com um artigo publicado na semana passada no The Lancet, estas próteses apresentam uma alta taxa de fracasso. Os investigadores concluem mesmo que este tipo de dispositivos médicos não deve ser usado de todo. As taxas de revisão serão quatro vezes superiores nas mulheres, as probabilidades de substituição são três vezes maiores para os homens e, de uma forma geral, os pacientes mais jovens estão mais expostos a riscos com estas próteses, avisam ainda os investigadores da Universidade de Bristol que analisaram informação de mais de 400 mil procedimentos incluídos no registo nacional britânico. Os dados publicados revelam que, de uma forma geral, 6,2 % das próteses de metal-metal falharam num prazo de cinco anos (enquanto as de metal-plástico tinham uma taxa de insucesso de 1,7% e as de cerâmica 2,3%). E, adianta ainda a equipa de investigação de Bristol, o tamanho importa. Os maiores implantes também estão associados a riscos acrescidos, com cada milímetro da "cabeça" (esefera) a significar mais 2% de risco de revisão.

Pedro Granja, investigador do Instituto de Engenharia de Biomédica (INEB) da Universidade do Porto, as próteses de metal-metal tentaram ser uma resposta mais duradoura ao desgaste que se verificava nos dispositivos de metal-plástico.

"A resistência do metal ao desgaste é bastante superior, permitindo que o implante dure consideravelmente mais tempo. No entanto, esta estratégia é mais recente e só agora se começam a notar, claramente, os efeitos nocivos dos iões metálicos libertados, que causam problemas inflamatórios, imunológicos e mesmo carcinogénicos", explica Pedro Granja ao Público.

O especialista conclui: "Em consequência, a recomendação actual parece ser a de manter o sistema metal-plástico, que, apesar de resultar numa inevitável revisão, não causa os danos nocivos provocados pelo sistema metal-metal. Este último, não só parece resultar em taxas de revisão superiores como também numa diminuição da taxa de sucesso das mesmas".

Semanas antes da publicação deste estudo no The Lancet, as autoridades de saúde do Reino Unido tinham já referido que os pacientes com próteses de metal-metal precisariam de fazer anualmente análises ao sangue devido a esta hipótese de contaminação com os iões metálicos. Um trabalho publicado este mês no BMJ também concluiu que há necessidade de acompanhar e vigiar os doentes com próteses da anca de metal-metal, anualmente.

Notícia RCMPharma/Público.
Veja notícia aqui.

 
Admin | 2012-03-19 17:41:51
 
 
1
 
 
Publicidade Google
 
 
 
Promoções


Epitact Almofadas Sub-Digitais
15,15 €
13,64 €
 
HORÁRIO de FUNCIONAMENTO
   
2ª a sexta:
8h às 24h
sábado:
9h às 24h
Horário actual
Neste momento:
Estamos abertos
[SERVIÇO PERMANENTE]
   
 
A DECORRER HOJE
   
Podologia |9h>13h
Enfermagem |9h>13h
   
 
AGENDA
 
S T Q Q S S D
F234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031
 
- Actividade
 
- Mês actual
 
     
MARCAS + PROCURADAS
 
XLS | Emagrecimento Bioderma | Dermocosmética Drenafast | Emagrecimento
Saro | Puericultura Pure Altitude | Dermocosmética PiC | Tensiómetros
Cellulase Gold | Emagrecimento Medela | Mamã BioActivo | Suplementos
 
       
PARCERIAS
 
Wellfit Fitness & Spa Associação de Solidariedade Social dos Idosos de Canidelo Grupo Desportivo Bolacesto Ocean Day Spa
Fisiodomus Marta de Sousa Lopes Psicologia Global Sénior Rios e Trilhos
Laços com Futuro, Apoio Domiciliário      
       
 
Newsletters
 
Cartão Cliente
 
Fale connosco
 
Adicionar aos Favoritos
 
 
Social
 
  Siga-nos no Twitter! Siga-nos no Facebook
 
 
Publicidade
 
BioActivo LipoExit | Um novo conceito de emagrecimento!
 
 
  TOPO  
  INÍCIO | OnLine | Quem somos | Serviços | Farmácias de Serviço | Informações | Contactos | Links  
     
  Direcção Técnica: Drª Maria Manuela S. Rodrigues M. Rocha
2017 © Farmácia Rodrigues Rocha, Soc. Unipessoal | Todos os direitos reservados